jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

MERECIMENTO

Fique Sabendo
17 de julho de 2017
Enes Furlani Junior, que morou em Jales e ainda tem mãe residindo na cidade, novo diretor da Faculdade de Engenharia da Unesp-Ilha Solteira
MERECIMENTO- Um ex-morador de Jales, Enes Furlani Junior, é o novo diretor da Faculdade de Engenharia da Unesp-campus de Ilha Solteira. A cerimônia de transmissão e posse da nova diretoria foi realizada na última quinta-feira, dia 13 de julho, às 17 horas, na Casa da Cultura Rachel Dossi, com a presença do Magnífico Reitor da Unesp, Professor Doutor Sandro Roberto Valentini.

QUEM É - Enes Furlani Junior é filho de Enes Furlani, que foi fiscal de obras da Gerência Divisional da Sabesp em Jales entre 1988 a 1999, tendo falecido em nossa cidade. Sua esposa ainda  mora em Jales.   

CURRÍCULO - O Prof. Dr. Enes Furlani Junior não chegou à direção da Faculdade de Engenharia da Unesp-Ilha Solteira, que já tem 40 anos, por acaso, pois seu currículo é robusto. Ele é engenheiro agrônomo formado pela Unesp, na Ilha , em 1989. Tornou-se mestre em Agronomia pela Unesp-Botucatu, em 1992, Doutor em Agronomia também pela Unesp de Botucatu,  em1996. Livre docente pela Unesp- Ilha Solteira-2001, Professor Titular – Dftase -2010, Professor do Departamento de Fitotecnia, Tecnologia de Alimentos e Sócio- Economia.

SUBSEDE – A chácara do vice-prefeito Garça (PMDB), localizada nas proximidades do aeroporto municipal, tem funcionado como uma espécie de extensão dos gabinetes prefeiturais.  É lá que pelo menos três eventos já foram realizados  desde que a nova administração tomou posse, o último dos quais um encontro do secretário estadual de Habitação, Rodrigo Garcia (DEM) com cerca de 20 prefeitos que  estiveram em Jales para receber ônibus escolares, dia 5 de julho.  Antes, houve uma espécie de prestação de contas  do prefeito Flá  e do dono da chácara, Garça,.na presença de vereadores , radialistas e jornalistas da cidade E um outro, há 40 dias, do secretário estadual de Turismo, Laércio Benko, com membros do Conselho Municipal de Turismo e vereadores. Na oportunidade, Benko anunciou a inclusão de Jales na lisa dos Municípios de Interesse Turístico.

CASA DE FERREIRO- A chácara de Garça é ampla, acolhedora, tem parte residencial, estacionamento, mas o acesso ao espaço  continua precário. Por enquanto, o recapeamento ainda não chegou lá. 

CAPUCCINO- De surpresa, o secretário Rodrigo Garcia, a caminho de Pontalinda,  fez um pit-stop na redação do Jornal de Jales na manhã de sexta-feira, dia 6 de julho. Estava acompanhado do ex-prefeito de Olímpia, Geninho Zuliani, coordenador do Programa Cidade Legal, conterrâneo do diretor deste jornal, e do prefeito Flá. Enquanto sorvia uma xícara de capuccino , Rodrigo confidenciou que, embora seja deputado federal licenciado, tem passado um dia e meio da semana em Brasília , colado ao presidente da Câmara dos Deputados, seu xará Rodrigo Maia. A avaliação é a de que, por força do protagonismo de Rodrigo Maia, a bancada do DEM pode pular para 53 deputados. Isto sem contar com o fato de que, se houver alguma  intercorrência  com Temer, é Maia quem assume a presidência da República.  

PONTO FUTURO- Se depender da vontade da companheirada e de seu próprio desejo, Rodrigo Garcia não disputará nova eleição para deputado federal. Ele deu a entender que o DEM deverá lançá-lo candidato a algum cargo majoritário, tipo governador, vice-governador ou senador. 

SUANDO A CAMISA- O advogado jalesense Carlos Eduardo Gomes Callado Moraes,  sócio de requisitada banca de advocacia  em São Paulo, passou pela cidade na semana anterior para assistir ao casamento  dos amigos Rafael Castilho e Renata Belini (ver matéria na última página do 2º caderno). Cadinho , craque em direito eleitoral e administrativo, disse que nunca trabalhou tanto como agora, especialmente em prefeituras onde o PT governou.

COMANDO- Termina hoje, dia 16 de julho, a interinidade da deputada estadual Analice Fernandes na presidência da Assembléia Legislativa. Substituta legal, como 1º vice-presidente, do titular Cauê Macris , Analice, conforme registrou o .J.J.  na edição de 9 de julho, fez as honras da casa a uma comitiva da Baviera, sul da Alemanha. O encontro não foi só para fotografia. O Estado de São Paulo e o Estado da Baviera tem 20 anos de cooperação técnica, iniciada no governo Mário Covas, em 1997, tendo sido assinados durante esse tempo nove acordos nas áreas de investimentos, meio ambiente, agricultura, saneamento, energia , ciência e tecnologia.

SALVAÇÃO-  Um dos protocolos mais informantes, segundo se sabe, foi firmado em julho de 2001, quando as secretarias do Meio  Ambiente de São Paulo e Baviera iniciaram a discussão de medidas de proteção para o Aquífero Guarani, um dos maiores reservatórios de água doce do planeta.